25 de Fevereiro de 2024

Início do conteúdo
GESTÃO EFICIENTE

Rondonópolis tem destaque e ganha prêmio em Congresso Nacional de Saneamento

Fonte: Eduardo Ramos | Publicado em 20/09/23 às 14:09
None
ASCOM SANEAR

A universalização dos serviços de água, esgoto e coleta de lixo em Rondonópolis chamou a atenção dos participantes do 51º Congresso Nacional de Saneamento (51º CNSA), que está acontecendo nesta semana na cidade de Poços de Caldas (MG). Além de ganhar destaque em dois painéis realizados na terça-feira (19), o município recebeu um prêmio especial dado pelos organizadores do Congresso pela experiência exitosa - que foi considerada exemplo para o país.

“Até 2005 tínhamos cerca de 75% de cobertura com a rede de água, a coleta de lixo era irregular e apenas 25% da população era atendida com a rede de esgoto. Hoje 100% dos moradores têm água tratada, tratamos integralmente o esgoto coletado em cerca de 97% da cidade e a nossa coleta de lixo está universalizada e com excelentes índices de aprovação”, disse o presidente do Sanear, Paulo José Correia, ao descrever a trajetória do município na área de saneamento.


“Em 2017 fomos a primeira cidade de Mato Grosso a inaugurar o aterro sanitário e no ano passado universalizamos também a coleta seletiva domiciliar. Hoje temos duas cooperativas atuando com reciclagem em um programa que, agora, ainda gera empregos para reeducandas. São ações que confirmam nosso compromisso com a saúde da população, com o meio ambiente e com o desenvolvimento econômico e social”, destacou.

O diretor-presidente do Departamento Municipal de Águas e Esgoto e ex-prefeito de Poços de Caldas, Paulo César da Silva, coordenou a Mesa Redonda em que foi apresentado histórico de Rondonópolis. Para ele, o sucesso do município inspira outras cidades a superarem os desafios do saneamento. “Vocês fizeram um belo trabalho”, resumiu.

Paulo José atribuiu o resultado positivo às decisões do prefeito José Carlos do Pátio implementadas com o apoio da Câmara Municipal, do Poder Judiciário e da sociedade organizada. Outro ponto ressaltado foi a atuação da equipe técnica do Sanear e a capacidade de articulação política.

“Elaboramos bons projetos e realizamos parcerias importantes com o Governo Federal. Neste período investimos mais de R$ 250 milhões de reais. Num primeiro momento houve críticas, mas hoje todos reconhecem nosso trabalho e se orgulham ao ver que nos tornamos referência nacional”, disse Paulo José ao receber a premiação.

Além de Rondonópolis, também foram premiados os municípios de São José do Rio Preto (SP), Poços de Caldas (MG), Jaguapitâ (PR), Alagoinhas (BA), Caxias do Sul (RS), Itu (SP), Rio Branco (AC) e Itaúna (MG).

O 51º CNSA é realizado pela Associação Nacional dos Serviços Municipais e Saneamento (Assemae), que congrega mais de 2.400 municípios brasileiros. A programação segue até sexta-fwira (22) e reúne prefeitos, gestores de autarquias, pesquisadores, educadores, empresários e industriais de todo o país.


Paulo José, presidente do Sanear, ao lado dos prefeitos Tião Bocalom, de Rio Branco (AC); Gerson Marcato, de Jaguapitã (PR); Edinho Araújo, de São José do Rio Preto (SP); e Sérgio Azevedo, de Poços de Caldas (MG).