25 de Fevereiro de 2024

Início do conteúdo
INCLUSÃO SOCIAL

Prefeito prestigia evento alusivo ao dia 03 de dezembro - Dia Internacional da Luta das Pessoas com Deficiência

Fonte: Ailton Lima - Gcom | Publicado em 01/12/23 às 15:19
None
Wheverton Barros – Gcom

O prefeito José Carlos do Pátio prestigiou no início da tarde desta sexta-feira (01) no auditório da prefeitura, a abertura de um evento alusivo ao dia 03 de dezembro considerado o “Dia Internacional da Luta das Pessoas com Deficiência”, coordenado pelo Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Com Deficiência (CMDDPD), e realizado em parceria com o Conselho Regional de Psicologia (CRP), e o Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (CMPD), além de profissionais da psicologia.

O objetivo segundo a representante do CMPD, Juliana Costa Serra, é abrir o debate e discutir sobre a psicologia anticapacitista e debater algumas reflexões relativas ao Transtorno do Espectro Autista (TEA), procurando conscientizar os profissionais que trabalham com deficiência para aprimorar e melhorar os atendimentos às pessoas com deficiência.

A meta conforme Serra, é descobrir junto à população e aos profissionais de psicologia interessados no tema, mecanismos para avaliarem como está sendo tratada a questão da deficiência em Rondonópolis.

A partir daí, refletir sobre a questão e chamar a atenção das pessoas que tem alguma deficiência, para a importância delas no processo de inclusão social, bem como de políticas públicas efetivas nos atendimentos, tanto do setor publico, quanto privado, procurando a melhor forma de atendê-las de forma inclusiva.

Ainda conforme a Juliana Costa, “o evento se propõe debater sobre a psicologia anticapacitista' e fazer algumas reflexões sobre o transtorno do espectro autista e, nós enquanto profissionais que trabalhamos com pessoas com deficiência, precisamos ter claro na mente que é necessário parar de promover o capacitismo em Rondonópolis. Para tanto a categoria está disposta a através de discussões, sugerir alternativas e políticas públicas mais inclusivas para esta parcela importante da sociedade”.

Para tanto foram convidadas a universidade, estudantes de psicologia, e instituições representativas de pessoas com deficiência, como a Associação de Surdos-mudos (Assur), Associação de Cegos, Autistas, Louis Braille, Apae, entre outras.

O prefeito parabenizou o conselho pela organização do evento, se mostrou interessado em parcerias e se colocou a disposição para ouvir as eventuais propostas de políticas públicas advindas do encontro e buscar colocá-las em prática, nos setores mais sensíveis da sociedade, como os deficientes, indígenas, a comunidade LGBTQIA+, as crianças; e a mulher etc..

Segundo ele, “então é importante ouvir as pessoas, identificando em cada setor desses, pessoas que vivenciam a exclusão social e que nunca são olhadas! E nós, precisamos dar prioridade e trabalhar essa área com muita sensibilidade. Nós não temos medo de enfrentar problemas e buscar soluções. O nosso objetivo é trabalhar e construir uma cidade para todos, mas fora dos discursos: na prática! Então tragam as propostas e o que ficou decidido nesse encontro e nós vamos buscar mecanismos de colocá-las em prática”, assegurou Pátio.