16 de Agosto de 2022

Início do conteúdo
DETECÇÃO DA TIREÓIDE

CEDERO vai realizar ações de saúde na Praça dos Carreiros no “Dia Mundial da Tireóide”

Fonte: Ailton Lima - Gcom | Publicado em 25/05/22 às 14:23
None
Arquivo

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) através das equipes do CEDERO - Centro de Diabetes e Endocrinologia de Rondonópolis vão realizar ações de saúde como exames clínicos e autoexames para detecção “das doenças tireoidianas” nas pessoas, no Dia Internacional da Tireóide, dia 27/05, das 13h às 16h na Praça dos Carreiros.

A data é comemorada no dia 25 de maio e foi criada para conscientizar a população da importância da detecção precoce e tratamento das doenças tireoidianas, e vai ser comemorado em Rondonópolis na sexta-feira (27).

PROGRAMAÇÃO
Segundo a coordenadora administrativa do CEDERO, Lilian Melo Mendes Campos a programação das atividades a serem realizadas na praça serão: realização de orientação individual sobre o autoexame quanto a presença ou não de nódulos na região do pescoço, a ser conduzida pelos profissionais de saúde da endocrinologia em parceria com a acadêmicos de medicina da UFR.

Após avaliação médico-endocrinológica dos usuários que no autoexame forem detectadas presença de nódulos na região de pescoço, os mesmos serão encaminhados ao CEDERO, e conforme necessidade, haverá a realização de exames de Ultrassonografia de tireóide em parceria com médicos ultrassonografistas, e se constatadas, posteriormente dar início ao acompanhamento e tratamento.

O QUE É A TIREÓIDE?
Muito se fala sobre a “tireóide”, mas muita gente desconhece a sua importância e localização no corpo humano. A tireóide é uma glândula em formato de borboleta que fica na parte da frente do pescoço e é responsável por produzir hormônios que regulam o organismo e controlam o processo metabólico.

Segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), aproximadamente 10% das mulheres acima de 40 anos e 20% das acima de 60 anos manifestam alguma complicação na glândula.

Já nos homens, é mais comum desenvolver hipotireoidismo a partir dos 65 anos, mas vale reforçar que pessoas de todas as idades estão sujeitas a desenvolver doenças ligadas à tireoide.